quarta-feira, 3 de julho de 2013

Abreviando o Tempo no Deserto

Há momentos em nossas vidas que passamos por situações difíceis, chamamos este período de deserto. O povo de Israel após ser resgatado da escravidão no Egito, através de Moises que foi usado poderosamente por Deus, passou por um período assim. Eles não tinham uma habitação segura, mas improvisavam tendas para lhes proteger em seus períodos de descanso. Não sabiam ao certo para onde iriam, apenas tinham a promessa de Deus que seria para uma terra muito boa, “terra que mana leite e mel”.

Certa vez uma senhora me disse que, se você tem uma promessa de Deus para determinada área de sua vida, prepare-se para ser provado exatamente nesta área. Por exemplo, uma pessoa que tem uma promessa de prosperidade financeira, passará um período por um deserto nesta área, ou seja, terá dificuldade financeira. Isto porque Deus prepara a pessoa para receber a benção.

O povo de Israel tinha uma promessa, a de morar em uma terra abundante, portanto tiveram de passar um período por uma terra seca. Ali Deus trabalharia a obediência e fé daquele povo, para eles aprenderem a depender Dele em tudo.

Deus não nos joga no deserto para morrermos, Ele prometeu que sempre estará com aquele que o ama.

“Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti.” Isaías 43:2


Deus está com você no deserto! O povo de Israel ao peregrinar no deserto não sofreu o calor do sol em sua totalidade nem o frio da noite, porque Deus os guiava com uma coluna de nuvem de dia e com uma coluna de fogo de noite (Ex.13:21,22). Você pensa que está difícil, mas repare em outras pessoas, com certeza sua situação está melhor. Você pode estar no deserto, mas não está só e Aquele que te guia tem te poupado de muita coisa, pode ter certeza.

Deus tem promessa na vida de meu filho e um tempo atrás ele adoeceu do dia pra noite, ficou totalmente paralisado e fora desenganado pela equipe médica da UTI onde estava. Foram momentos terríveis, um deserto total, mas veja como Deus amenizou toda a situação: Por ele ser menor de quinze anos a UTI era infantil e por isso eu poderia ficar junto dele. Embora sua doença não fosse contagiosa ele foi alojado na sala separada que seria para doenças contagiosas, ali o espaço e a privacidade eram muito melhores do que a UTI normal que tinha uma cama ao lado da outra com uma poltrona do lado para o acompanhante. Além disto, Deus havia me preparado para aquela situação, através de alguns sonhos e de uma palavra onde Ele dizia que iria livrar meu filho da morte. 

Após a alta da UTI meu filho deveria ir para um quarto coletivo porque o plano de saúde era simples. Mas, Deus tocou no coração de uma médica que nos deixou em um quarto particular e eu tinha um sofá para dormir (eu não pedi nada disto pra ninguém, tudo foi Deus provendo). Após o deserto, recebemos a benção, meu filho completamente curado, não por remédios, mas pelo poder de Deus. O deserto estava sendo deixado pra trás, mas os médicos, ainda atordoados com a cura, diziam que ele não voltaria a andar e que talvez em uns três anos ele poderia sentar para andar de cadeira de rodas. Agora era hora da benção e, portanto mais uma vez Deus superou minhas expectativas, porque eu já estava grata por ter meu filho vivo e aceitava a situação da paralisia, mas Deus, em apenas quinze dias reverteu a situação e meu filho saiu do hospital andando. Sua recuperação foi recorde mundial.

Se está no deserto, fique atento as pequenas coisas que Deus tem te dado e seja grato. O povo de Israel tinha sua fome saciada com pães vindos do céu (Ex.16:30,31)  e até carne eles receberam. Deus tirava água da pedra (Ex.17:6) para matar a sede deles e sabe como eles o agradeciam? Com murmurações, com idolatria a outros deuses e com covardia.


O povo reclamava de tudo, até da falta de cebola. Eles não reconheciam tudo que Deus estava fazendo por eles e nem tão pouco olhavam para aquilo que estava por vir. Temos de ter olhos espirituais sempre, mas no deserto isto é fundamental. Porque se crermos na promessa passaremos pelo deserto com mais ânimo e este período ficará menor.

Israel errou muito no deserto, além da ingratidão, murmuração, este povo traio a Deus. E isto foi em um momento mais sublime da história da humanidade, onde o próprio Deus escrevia em tábuas de pedra os dez mandamentos. Enquanto Moises estava com Deus, Israel construiu um bezerro de ouro e o adorou como se fosse ele o responsável por livrá-los do Egito.

Reconheça o que Deus faz em sua vida e não dê glória a outrem. No testemunho que dei do meu filho, eu reconheço e glorifico a Deus pela cura, mas já o pai de meu filho dá a glória ao destino ou a qualquer outra coisa porque está cego, não vê que o espiritual é muito mais real do que o mundo material, pois o que é matéria é perecível, e o que é espírito é eterno. Se você não consegue ver a atuação de Deus, peça para Ele descobrir os teus olhos e então verá. Como o ajudante de Eliseu que temia por estar cercado por soldados inimigos e não via saída, mas Eliseu pediu a Deus que abrisse seus olhos e então ele pode ver que havia ali também o exército de Deus e eram em número muito maior (2 Reis 6:15-17).

Quando reconhecemos a atuação de Deus em nossas vidas, sempre lucramos com isto.
"Reconhece-o em todos os teus caminhos, e Ele endireitará as tuas veredas." Prov. 3:6

Deus quer que tenhamos fé e coragem, por isso encontramos na bíblia a frase “Não temas”, 366 vezes, isto é uma frase desta para cada dia do ano e uma a mais para os anos bissextos. O povo de Israel falhou nisto também e por isso que a maioria deles não entraram na terra prometida, apenas os que creram receberam a vitória. Ao verem que havia um povo gigante na terra prometida eles se sentiram como gafanhotos. Assim nos vemos diante de nossos problemas, pequenos demais para suportá-los. Davi era um menino quando venceu o gigante, o segredo é não olhar para você e sim para aquele que te prometeu que é Fiel pra cumprir e Poderoso para qualquer situação.

Não se acovarde, não olhe para as dificuldades, porque se olhar elas tendem a aumentar, mas olhe para Deus e seu grande amor por você. Portanto, o segredo de encurtar o período no deserto e receber a promessa é:

ü  Gratidão no lugar de murmuração;
ü  Reconhecer a Deus e exaltá-lo, não dando Sua Glória a outrem;
ü  Olhar para Deus e não temer aquilo que você não pode vencer, porque Deus é quem vencerá por você.

Faça isto e verá a Glória de Deus em tua vida, até mesmo em meio ao deserto.

Leia também "Andando no Deserto".




Melhore-se





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente